Não é fácil a vida do torcedor do Botafogo. Ficar acordado até tarde para acompanhar um sofrido 1 a 0 contra o modestíssimo e apenas esforçado Juazeirense é dureza. Pior ainda para os 377 torcedores-heróis que se deslocaram até o ermo Estádio de Los Lários, em Xerém, para acompanhar in loco. Com a vitória na ida por 2 a 1, o Fogão está classificado para a terceira fase da Copa do Brasil, quando encarará o Bragantino.

Neilton abraça Ribamar, que deu a assistência (FOTO: Vitor Silva/SSPress)

Neilton abraça Ribamar, que deu a assistência (FOTO: Vitor Silva/SSPress)

O panorama do jogo foi aquele que o torcedor alvinegro se acostumou a ver. O Botafogo começou tomando sufoco, mas aos poucos controlou o jogo e mostrou a clara deficiência no setor ofensivo, não conseguindo concluir com qualidade as jogadas de ataque. Quando chegava, a finalização saía torta. É a tão falada necessidade de reforços para o setor. Só no finalzinho, quando o Juazeirense já estava cansado, conseguiu marcar. Aos 40 minutos, Octávio lançou Ribamar, que entrou na cara do goleiro e tocou para Neilton fazer o gol da vitória.

Hoje, o Botafogo é apenas uma equipe esforçada e organizada taticamente, mas sem poder para encarar adversários de qualidade. Zerado no Campeonato Brasileiro da Série A, o Glorioso volta a campo domingo para encarar o Sport Recife, na Ilha do Retiro, às 18h30.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 1 X 0 JUAZEIRENSE

Local: Estádio de Los Lários, em Xerém
Data-Hora: 19/05/2016 – 21h30
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Auxiliares: Rafael Trombeta (PR) e Ivan Carlos Bohn (PR)
Renda e público: R$ 3.870,00 / 335 pagantes / 377 presentes
Cartões amarelos: Bruno Silva (BOT); Diego Teles, Deca e Everlan (JZE)
Cartões vermelhos:
Gols: Neilton 40’/2ºT (1-0)

BOTAFOGO: Helton Leite; Diego, Renan Fonseca, Emerson e Victor Luis; Bruno Silva, Fernandes, Marquinho e Salgueiro (Neilton 19’/2ºT); Sassá (Ribamar 27’/2ºT) e Luis Henrique (Octávio 31’/2ºT) – Técnico: Ricardo Gomes.

JUAZEIRENSE: Tigre; Alex Travassos (Naldo 32’/2ºT), Paulo Henrique, Ricardo Braz e Deca; Capine, Diego Teles, Everlan e Wanderson (Gian Lucas 25’/2ºT); Toni Galego e Nino – Técnico: Janílson Silva.

Fonte: Redação FogãoNET