Depois de Flamengo e Vasco fecharem patrocínio nesta temporada com a Caixa Econômica Federal, o Botafogo deve apertar o cerco para entrar na lista de clubes brasileiros beneficiados com a parceria. A negociação entre as partes acontece desde o ano passado, antes mesmo do acerto com seus rivais.

A Caixa Econômica Federal estava próxima de fechar com o Botafogo o contrato para receber o naming rights do Engenhão e, de quebra, estampar sua marca na camisa do clube. A interdição do estádio interrompeu as negociações.

O Botafogo recebeu então a informação de que o orçamento não permitia o patrocínio apenas do uniforme e que a negociação seria retomada em janeiro de 2014. No entanto, viu Flamengo e Vasco acertarem com a estatal além de outros clubes brasileiros, como o Atlético-PR.

O presidente do Botafogo, Maurício Assumpção, é o responsável pela negociação direta com os representantes da Caixa Econômica Federal. A expectativa é de que o clube aperte o cerco no fim do ano para conseguir o patrocínio já a partir de janeiro.

Hoje, o Botafogo conta com cotas da Viton 44, Texaco e Herbalife. O clube espera a definição da classificação ou não para a Taça Libertadores antes de renegociar os contratos. 

Neste domingo, o Botafogo enfrenta o Coritiba, no Couto Pereira, pelo Campeonato Brasileiro. Se vencer, voltará ao G-4, zona de classificação para a Libertadores do ano que vem.

Fonte: Globoesporte.com