Após ser suspenso por três jogos no Campeonato Carioca por chutar uma bola no árbitro Bruno Arleu de Araújo, o volante Bruno Silva será julgado novamente por uma bolada no juiz, desta vez no jogo do Botafogo contra o Grêmio pelo Campeonato Brasileiro, na primeira rodada, em Porto Alegre.

Bruno Silva foi denunciado pela Procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) no artigo 258, e pode pegar de um a seis jogos de suspensão no julgamento, marcado para esta sexta-feira.

O árbitro Bráulio da Silva Machado, que mostrou apenas um cartão amarelo, também será julgado pelo STJD por ter deixado de cumprir sua função – ou seja, ter expulsado o atleta -, e pode ser punido com suspensão de 15 a 90 dias.

Abaixo, a justificativa do STJD:

“Aos 14 minutos do segundo tempo, Bruno Silva chutou a bola na direção do árbitro Bráulio da Silva Machado e recebeu o cartão amarelo. Após análise da súmula e do vídeo do lance, a Procuradoria ofereceu denúncia ao atleta por assumir conduta contrária á disciplina e desrespeitar a equipe de arbitragem, conforme descrito no artigo 258, §2º, II do CBJD e ao árbitro no artigo 261-A por deixar de cumprir as obrigações relativas à sua função. No entendimento da Procuradoria, o árbitro cometeu notório equívoco ao não aplicar o cartão vermelho direto ao jogador alvinegro. Bruno Silva corre o risco de receber suspensão de uma a seis partidas, enquanto Bráulio pode ser punido com suspensão de 15 a 90 dias, cumulada ou não com multa entre R$ 100 a R$ 1 mil.”

Fonte: Globoesporte.com