Carlos Eduardo Pereira descartou a ideia de trabalhar em conjunto com a diretoria do clube rival e afirmou que ‘o tempo do Botafogo abaixar a cabeça para seus rivais acabou’.

– Rivalidade é positiva, vejo com bons olhos. Cresci minha infância toda com alegrias, o Flamengo me deu muitas alegrias (perdendo para o Botafogo). É sempre bom cultivar rivalidade sadia, em alto nível, sem estimular violência. Mas mantendo caminhos distintos para que a torcida do Botafogo entenda que o tempo que o Botafogo baixava a cabeça para os seus rivais passou – afirmou o presidente à Fox Sports.

Perguntado se os clubes não cresceriam se trabalhassem em parceria, Carlos Eduardo Pereira foi direito.

– O Flamengo não quer caminhar junto com ninguém. Tem política hegemônica, quer caminhar sozinho e passar por cima dos outros. Mas por cima do Botafogo é mais difícil – avisou.

Fonte: Redação FogãoNET