Quatro dias depois de perder o título do Campeonato Carioca para o Vasco, o Botafogo muda o foco e visita o Juazeirense nesta quinta-feira, às 19h15 (de Brasília), no Estádio Adauto Moraes, em Juazeiro (BA), em confronto válido pela rodada de ida da segunda fase da Copa do Brasil.

O Glorioso eliminou o Coruripe-AL na etapa anterior com um empate por 1 a 1 em casa, já que venceu no Nordeste por 1 a 0. Já o time baiano despachou o Cuiabá nos pênaltis, após ambos trocarem triunfos por 1 a 0 como mandantes.

Tentando esquecer a perda do título estadual, o Botafogo lembra das dificuldades encontradas contra o Coruripe para mudar o foco.

“Vamos encontrar muitas dificuldades, pois o Juazeirense é um time que disputou a Copa do Nordeste e está melhorando a sua estrutura. Com certeza pensa em fazer um grande jogo e conseguir o resultado positivo. Precisaremos entrar ainda mais ligados do que contra o Coruripe”, disse o técnico Ricardo Gomes, que nesta semana recusou uma proposta do Cruzeiro para permanecer no Glorioso.

Apesar do respeito, os botafoguenses sonham em eliminar a partida de volta, o que vai acontecer se vencerem por dois ou mais gols de vantagem.

“Com respeito ao adversário, mas o nosso objetivo é eliminar o jogo de volta. Conhecemos pouco o time deles, mas queremos conseguir a classificação neste jogo, até para depois ter uma semana cheia para treinar e descansar. Tem o Brasileirão também. Quanto menos jogos, melhor, então temos que entrar focados para garantir a vaga”, avisou o meia Leandrinho.

O Botafogo entrará bem modificado em campo. A principal novidade será na lateral esquerda, onde Victor Luis, que teve passagem apagada pelo Palmeiras e foi contratado mês passado, vai estrear. Ele ocupará a vaga de Diogo Barbosa, vetado por conta de dores na região do quadril.

Também sequer viajaram com a delegação o zagueiro argentino Joel Carli, com dores na perna direita, e o volante Aírton, que se recupera de lesão no tornozelo esquerdo. Ambos estão sendo preparados para a estreia no Campeonato Brasileiro, prevista para o próximo domingo, às 11h (de Brasília), contra o São Paulo, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ).

Outros dois desfalques, esses por suspensão, são o volante Bruno Silva, que foi expulso no empate com o Coruripe na primeira fase, e o atacante Ribamar, punido pela CBF por uma expulsão quando defendia a seleção brasileira de juniores.

Sem Carli, a zaga deverá ter Renan Fonseca e Emerson Silva, uma vez que Emerson Santos segue no departamento médico com dores na coxa direita. No meio-de-campo, Rodrigo Lindoso e Fernandes deverão formar a dupla de volantes, enquanto que no ataque o mais cotado para começar entre os titulares é Luis Henrique.

Dos reforços contratados, além de Victor Luis, viajaram com a delegação o meia Marquinho e o atacante Giovani Maranhão, que se destacaram por Macaé e Madureira, respectivamente, no Campeonato Carioca.

Já o atacante Anderson Aquino não pode atuar na Copa do Brasil por ter defendido o Linense-SP na edição deste ano. O treinador pode preservar ainda alguns titulares e a escalação será revelada minutos antes do confronto.

Pelo lado do Juazeirense, o clima é de empolgação após o empate por 1 a 1 com o Fluminense de Feira de Santana, que garantiu a terceira posição no Campeonato Baiano e a vaga na próxima Copa do Nordeste. Assim, o principal objetivo na temporada foi alcançado e é possível sonhar em surpreender o Botafogo.

“Podemos fazer uma partida de muita garra e entrega, forçando a possibilidade de uma decisão no Rio de Janeiro. Com obediência tática podemos pensar em vencer”, disse o técnico Evandro Guimarães.

Para este compromisso, o Juazeirense vai manter a base que disputou o Campeonato Baiano. O destaque do time é o atacante Nino, que terminou o Estadual como artilheiro com seis gols.

Caso a partida de volta seja necessária, ela acontecerá no próximo dia 19 de maio, no Rio de Janeiro. Quem avançar vai enfrentar o Bragantino, que eliminou o Avaí.

FICHA TÉCNICA:
JUAZEIRENSE-BA X BOTAFOGO-RJ

Local: Estádio Adauto Moraes, em Juazeiro (BA)
Data: 12 de maio de 2016, quinta-feira
Horário: 19h15(de Brasília)
Árbitro: Claudio Francisco Lima e Silva (SE)
Assistentes: Nailton Junior de Sousa Oliveira (CE) e Arnaldo Rodrigo de Souza (CE)

JUAZEIRENSE: Tigre; Alex, Emerson, Ricardo Braz e Deca; Capone, Diego Telles, Everlan e Wanderson; Sassá e Nino. Técnico: Evandro Guimarães

BOTAFOGO: Jéfferson; Diego, Renan Fonseca, Emerson Silva e Victor Luis; Rodrigo Lindoso, Fernandes, Gegê e Leandrinho; Nelton e Luis Henrique. Técnico: Ricardo Gomes

Fonte: ESPN.com.br