Em entrevista ao Globoesporte.com, o gerente de futebol do Botafogo, Anderson Barros, deu duras declarações cobrando uma retratação de Leo Valencia, que reclamou ostensivamente ao ser substituído no segundo tempo do primeiro jogo da final do Campeonato Carioca contra o Vasco, neste domingo, no Estádio Nilton Santos.

– O Valencia errou sim, já foi advertido e tem que se retratar com o clube. Com certeza faltou com respeito e tem que se retratar, independentemente das nossas condutas. Além das advertências, vou discutir uma punição administrativa. Quais são os exemplos que damos para a sociedade? Não tem segunda chance. Não existe possibilidade de desrespeitar companheiros, torcida ou qualquer profissionais. Para mim, é inadmissível desrespeitar pessoas mais velhas e instituições – disse Barros.

O tom duro do discurso foi seguido pelo vice-prresidente de futebol do clube, Gustavo Noronha:

– (A atitude) Foi desrespeitosa e não será tolerada. Já houve uma conversa no vestiário e todos os nossos profissionais sabem das suas responsabilidades, dentro e fora de campo. Antes de qualquer coisa, ele tem que se retratar com o treinador e com os companheiros. Mas vamos tratar o caso internamente, sem transformar isso numa novela. O foco tem que estar no segundo jogo e na decisão.

Ontem à noite, o próprio Leo Valencia publicou em seu Instagram uma mensagem se arrependendo do que fez:

Boa noite, quero aproveitar esse espaço para esclarecer o que aconteceu no dia de hoje. Participava de um jogo muito importante, um jogo decisivo e que esperamos desde que iniciou o torneio. Com muito trabalho, de todo o nosso coletivo, conseguimos chegar. Era um jogo pegado e nervoso, eu não queria sair do jogo, estava dando o melhor de mim e acho que em um momento poderia fazer algo a mais pelo time. Não esperava e não queria ser substituído, mas por opção técnica fui escolhido a sair. Sei que num momento de calor do jogo, de cabeça quente acabei não respondendo com a cordialidade que deveria. Não me orgulho disso, muito pelo contrário, não pretendo repetir, mas foi um segundo muito rápido e acabei agindo dessa forma. Quero deixar bem claro que não tenho problema algum com ninguém e não sei de ninguém que tenha problema comigo. Pelo contrário, faço parte de um grupo muito unido e que me orgulho muito. Tudo se resolve na conversa. Agora seguimos trabalhando e cada vez mais fortes porque no próximo domingo temos uma decisão e estarei pronto para ajudar. Escolhi o Botafogo e quero ser campeão pelo clube.

A post shared by leonardo valencia Rossel (@leo10valencia) on

Fonte: Redação FogãoNET e Globoesporte.com