O técnico da Seleção Brasileira, Dunga, convidado do programa Boa Noite FOX desta segunda-feira (30), explicou os motivos por ter barrado o goleiro Jefferson. Segundo o comandante, o arqueiro do Internacional, Alisson, estava “sobrando” nos treinamentos e mereceu a oportunidade.

– Sempre depois dos treinamentos converso com a comissão e vejo rendimento de cada jogador. A decisão foi minha. Conversei com Taffarel, perguntei o que achava e ele concordou. Todos fecharam. Quanto a essa polêmica, é interessante. A gente fala de futebol, mudança tática, técnica, mas seleção não tem um titular. São 23 titulares. O mais interessante é que tirei dois titulares da Copa do Mundo, mas reclamaram só do Jefferson. Para mim, é estranho. Foi uma grande surpresa – afirmou.

– Foi o dia a dia (que determinou a mudança). O Alisson estava sobrando nos treinamentos. Foi parecido quando treinei o Internacional e o irmão dele (Muriel) sobrou. O jogador se escala.

Fonte: Fox Sports