Efeito ChangBao: Botafogo terá reunião com cônsul da China nesta quinta-feira

Compartilhe:

Em período de testes no Botafogo, o chinês Bing ChangBao, de 26 anos, ainda não convenceu o técnico René Simões de sua qualidade como meia-atacante. Fora do campo, porém, ele já até marca gols: está ajudando o Alvinegro a se aproximar de seu país, um enorme mercado a ser explorado. Hoje, por exemplo, coloca na mesa de reuniões com dirigentes do clube o cônsul-geral da China no Rio, Song Yang. Na pauta, o que o Botafogo pode oferecer às empresas chinesas e o que falta para atraí-las.

No encontro, o clube vai apresentar seus atrativos ao país oriental. Um dos objetivos da diretoria alvinegra é abrigar em General Severiano o Comitê Olímpico Chinês durante os Jogos do Rio, em 2016. A ideia é repetir o que fez o Flamengo, que fechou a cessão da sede da Gávea ao comitê americano. Isso daria visibilidade ao Botafogo entre os chineses, fator importante para desencadear o interesse de investidores de lá.

— A China possui uma delegação bem grande, e o Botafogo tem instalações que comportam essa exigência, além de serem muito bem localizadas — defendeu o presidente do clube, Carlos Eduardo Pereira.

O plano de negócios alvinegro é ousado: de patrocínios a longo prazo à construção de um centro de treinamento em parceria com empresas chinesas. Segundo o diretor comercial do Botafogo, Klay Salgado, as conversas já começaram nesse sentido.

— Já tivemos algumas reuniões, mas esse processo está bem no início. Vamos pensar em algo mais para frente. O ideal seria fechar de parcerias a patrocínios até o fim do mandato da atual administração — explica Salgado, lembrando que o presidente Carlos Eduardo fica no cargo até novembro de 2017.

Dentro das quatro linhas, o clube está próximo de fechar amistosos na China. A diretoria não confirma os nomes dos adversários, mas pretende promover uma excursão do Alvinegro ao Oriente como forma de preparação para a próxima temporada.

ChangBao é figura conhecida nos bastidores do futebol mundial. No último fim de semana, esteve em Berlim não só para acompanhar a decisão da Liga dos Campeões entre Barcelona e Juventus como participar de reuniões de negócios.

Pessoas próximas ao jogador garantem que Chang está no Botafogo para auxiliar o clube nas relações comerciais. O período de testes e a supervisão dos profissionais alvinegros são uma espécie de contrapartida que o Botafogo oferece ao meia-atacante.



Fonte: Extra Online
Comentários