À procura de um atacante de lado para fechar o elenco para a Libertadores, o Botafogo tentou a contratação de mais dois jogadores. A negociação que avançou mais foi com Fernandinho, de 31 anos, que está no Grêmio e que esteve emprestado ao Flamengo em 2016.

Antônio Lopes, gerente de futebol do Botafogo, procurou o empresário Hugo Garcia para sondar a situação de Fernandinho. O Grêmio não criou empecilhos para liberar o jogador, mas não aceitou dividir o pagamento dos salários. Entretando, a prioridade dada ao Flamengo e o alto salário pesaram contra, e o Botafogo desistiu.

Outro jogador procurado foi Muriqui, que voltou da China e acertou com o Vasco da Gama. O nome dele foi logo descartado por causa do salário, que gira na faixa de R$ 300 mil.

Fonte: Globoesporte.com