Melhor goleiro do Brasil e um dos melhores do mundo, Jefferson não titular na Copa do Mundo por causa de uma injustificável preferência de Felipão por Julio Cesar, que terminou como arqueiro mais vazado da história dos Mundiais. Com Dunga, a injustiça pode ser corrigida.

– Chegou o momento de buscar a titularidade na seleção brasileira. Não digo que eu saio na frente. Por tudo que eu já mostrei na Seleção, no Botafogo, pela experiência que eu tenho, chegou o momento para mostrar que eu tenho totais condições de ser titular da seleção brasileira, independente daqueles que forem. Eu respeito o Rafael e outros que também poderiam estar na Seleção, mas eu vou trabalhar para buscar o respeito do Dunga – afirmou Jefferson ao “Sportv”.

O goleiro viu a convocação e gostou de saber que treinará com Taffarel.

– Fiquei na expectativa aqui, acordei cedo para acompanhar a convocação. E não é só trabalhar na Seleção, é aprender com o Taffarel. Todos os goleiros que estiverem ali vão aprender com o Taffarel no dia a dia, com a experiência dele, pela grandeza que ele tem. E pode ter certeza que não só eu, como o Rafael e outros também vão aprender e vão ficar mais experientes para assumir o gol da Seleção – admitiu.

Fonte: Redação FogãoNET