Jobson, ex-jogador que ganhou destaque nacionalmente ao defender o Botafogo e depois se envolver em problemas extra-campo que o afastaram do gramado, foi soltou da cadeia após passar 69 dias preso sob a acusação de estupro.

Solto, ele concedeu entrevista ao Extra e falou sobre uma dívida que o clube de General Severiano tem consigo:

“Tenho um valor referente ao fundo de garantia para receber do Botafogo. Mas não quero saber de colocar na Justiça, até porque tenho um carinho enorme pelo clube. Espero resolver logo isso. Estou há um tempo sem jogar e, você sabe, é complicado”, disse Jobson.

Procurado pelo EXTRA, Domingos Fleury, vice-jurídico do Botafogo, afirmou que Jobson tem que resolver a situação com a Caixa Econômica Federal e não com o Alvinegro.

“Ele tem que procurar receber junto à Caixa. O Botafogo não deve fundo de garantia a ninguém, atualmente. As dívidas anteriores a novembro de 2015 foram incluídas no Profut”.

Antes, Jobson havia deixado claro o seu desejo de voltar ao futebol e, se possível, a vestir a camisa do Botafogo.

Fonte: Torcedores.com e Extra