Edílson recebeu o terceiro cartão amarelo e terá que cumprir suspensão automática diante do Coritiba, neste domingo, no Couto Pereira. Gilberto deverá ser o titular. Porém, o Botafogo tem mais uma alternativa. Lucas animou a comissão técnica nesta terça-feira ao disputar um coletivo sem a presença do time principal. Ele teve bom desempenho e poderá voltar a ser relacionado para uma partida do clube após 140 dias.

O atleta recebeu uma entrada de Zé Roberto no jogo contra o Grêmio, no dia 14 de julho. Lucas sofreu uma fratura no tornozelo esquerdo e teve que passar por uma cirurgia. A intervenção foi considerada um sucesso, mas o lateral direito teve que passar por longo período na fisioterapia, além de se recondicionar fisicamente.

Lucas já treina com os companheiros desde o meio de outubro. As boas atuações de Edílson, além da confiança depositada em Gilberto, fizeram Oswaldo de Oliveira ter calma para usar o camisa 2 na equipe principal.

Além da presença em tempo integral de Lucas, a atividade desta terça-feira foi marcada pela insistente chuva. O coletivo foi disputado com muita intensidade, como de costume. Lodeiro e Bolívar, que cumpriu suspensão automática e retorna ao time após desfalcar contra o São Paulo, treinaram normalmente.

Com o empate diante do São Paulo, o Botafogo chegou aos 58 pontos e se manteve na 5ª colocação do Campeonato Brasileiro, atrás do Goiás, com 59, e Grêmio e Atlético-PR, ambos com 61. Na próxima rodada, o Alvinegro encarar o Coritiba, no Couto Pereira, enquanto o Esmeraldino enfrenta o Tricolor gaúcho, no Olímpico.

Fonte: UOL