Mesmo em queda, Bota ocupa sua melhor posição no BR

Compartilhe:

O sistema de pontos corridos passou a ser utilizado no Campeonato Brasileiro em 2003. Desde então, o Botafogo vem melhorando seu rendimento ao longo dos anos. Em 2013, mesmo com a queda nas últimas rodadas, acumulando três derrotas seguidas, o time ocupa a terceira colocação, a sua melhor desde a implantação do novo regulamento nesse momento da competição (24 rodadas disputadas).

Por isso, os líderes do grupo utilizaram ainda no vestiário depois da derrota por 1 a 0 para a Ponte Preta, no Maracanã, o discurso de que a campanha atual precisa ser motivo de confiança. Não só no Campeonato Brasileiro, mas em toda a temporada.

– Passe por isso no Internacional e todos os clubes vivem essa oscilação. O que coloco sempre é que o Botafogo continua na terceira colocação com os mesmos 42 pontos. Ninguém desaprendeu. É uma maré de azar que todos passam. O que não pode esquecer é a confiança. A desconfiança não pode entrar no vestiário. Esse grupo já fez muita coisa importante e não vai ser uma série de três derrotas que vai abalar – afirmou o zagueiro Bolívar.

A campanha do Botafogo, com 12 vitórias, seis empates e seis derrotas é a mesma de 2008, quando o time estava em quarto lugar, com os mesmos 42 pontos na 24ª rodada do Brasileiro. Na ocasião, a fase ruim começou no jogo seguinte, quando perdeu para o internacional e emplacou uma série de quatro jogos sem vencer.

O próximo jogo é contra o Fluminense, quarta-feira, no Maracanã. O clássico é encarado pelo grupo como a chance de recuperação na competição para se manter entre os quatro primeiros colocados em busca de uma vaga na Taça Libertadores do ano que vem.

– Nada melhor do que um clássico para retomar o caminho das vitórias e continuar no G-4, que é o nosso objetivo – afirmou Bolívar, que fez seu primeiro gol com a camisa do Botafogo justamente contra o Fluminense no empate em 1 a 1 pelo Campeonato Carioca.

Contratado este ano pelo Botafogo, Bolívar tem um histórico de conquistas com a camisa do Internacional. Ele tem certeza de que esse time não deixará a má fase se prolongar, provocando uma nova queda do time, que já virou rotina nas últimas edições do Campeonato Brasileiro.

– Esse ano, o Botafogo montou uma equipe com jogadores com conquistas. Pelo perfil de quem está aqui, isso não vai acontecer. Já estamos na zona de classificação para a Libertadores há algum tempo. Acho que antes de tudo, temos que pensar em vencer e esquecer o Cruzeiro ou quem vem vencendo e se aproximando. Temos sete pontos de vantagem para quem está para entrar no G-4. Mas olhamos sempre para a frente. Enquanto houver chances matemáticas, vamos em busca do título até a última rodada – disse o zagueiro.



Fonte: Globoesporte.com
Comentários