Oswaldo defende mexidas: ‘Se ganha, iam achar colossal’

Compartilhe:

Apesar das três alterações em que entraram jogadores com características mais defensivas (Vitinho por Renato, Lodeiro por Lima e Gabriel por Antônio Carlos), Oswaldo de Oliveira negou que tenha mandado o Botafogo recuar no primeiro tempo, quando vencia o Flamengo por 1 a 0. No fim, o time tomou o empate no Maracanã.

– Não houve isso. Pelo contrário. Insisti para que continuássemos pressionando a defesa do Flamengo porque foi desta forma que nos mantivemos em cima e criamos oportunidades no primeiro tempo – disse em entrevista coletiva.

De forma ríspida, o treinador também explicou por que não colocou Elias.

– Elias no lugar de quem? Você acha que tem que entrar, mas vamos jogar com 12? Tiro Rafael Marques, homem da bola parada defensiva? Tiro Seedorf? Renato entrou, conseguiu articular jogadas em que tivemos três vezes em condições de fazer o gol. Se a bola deles não tivesse entrado, iam achar colossal a substituição. Não é unanimidade, nem todo mudo pensa igual – desabafou.

Fonte: Redação FogãoNET

Comentários