Oswaldo de Oliveira tem contrato com o Botafogo até dezembro de 2013. Internamente, a diretoria já mostrou interesse de renovar com o treinador. Mas a tarefa não será das mais simples. O assédio de outros clubes atrapalha, mas está longe de ser o principal adversário para manter o profissional para a temporada de 2014. Isso porque o comandante deixa a extensão de seu vínculo condicionada a uma vaga na Libertadores do ano que vem.

O motivo é simples. Oswaldo de Oliveira não suportaria ‘bater na trave’ pelo segundo ano consecutivo – em 2012, o Botafogo novamente era um forte candidato a vaga na Libertadores, mas derrapou na reta final e ficou de fora. O treinador está confiante em alcançar o objetivo traçado no início da temporada e conseguir a tão sonhada classificação para a competição internacional.

Por outro lado, a ausência do Botafogo na Libertadores deverá selar o fim da trajetória de Oswaldo de Oliveira em General Severiano. Apesar da conquista do Campeonato Carioca, o principal objetivo do Alvinegro sempre foi voltar à competição internacional após 18 anos. A diretoria, por sua vez, entende que o treinador não é o maior culpado e estaria disposta a insistir no trabalho.

E os dirigentes podem ter razão, já que Oswaldo de Oliveira está valorizado no mercado pelo trabalho apresentado no Botafogo. O Santos é quem está mais disposto a contratá-lo. O treinador, no entanto, é a segunda opção da equipe, que tem Ney Franco como primeira opção.

Para voltar à Liberadores, o Botafogo depende apenas de suas próprias forças. Em caso de duas vitórias nos jogos restantes contra Coritiba e Criciúma, o Alvinegro terminará o Campeonato Brasileiro entre os quatro primeiros colocados – o G-4 poderá virá G-3 caso a Ponte Preta vença o Lanús-ARG na final da Sul-Americana.

Com o empate diante do São Paulo, o Botafogo chegou aos 58 pontos e se manteve na 5ª colocação do Campeonato Brasileiro, atrás do Goiás, com 59, e Grêmio e Atlético-PR, ambos com 61, e do campeão Cruzeiro. Na próxima rodada, o Alvinegro encarar o Coritiba, no Couto Pereira, enquanto o Esmeraldino enfrenta o Tricolor gaúcho, no Olímpico.

Fonte: UOL