A novela Bruno Silva está longe de um desfecho. Na tarde desta quinta-feira, a Ponte Preta informou, por meio de seu Twitter, que não aceitou nenhum atleta oferecido pelo Cruzeiro e que continua aguardando o pagamento para a liberação do volante Bruno Silva.

O jogador tem 60% dos direitos econômicos presos à Ponte, com os 40% restantes pertencendo ao Botafogo, clube com o qual tem contrato federativo válido até dezembro de 2018. A Macaca espera receber R$ 6 milhões, enquanto o Botafogo ficou de receber R$ 4 milhões mais o atacante Roni.

Enquanto isso, o volante segue com situação indefinida. Sem clima no Botafogo, ele agora despertou o interesse também do Atlético-MG, segundo publicou o Globoesporte.com nesta quarta-feira. Por enquanto, sem acordo com ninguém, Bruno Silva é esperado na reapresentação do elenco do Botafogo, dia 4 de janeiro.

Fonte: Redação FogãoNET