Em assembleia geral no Rio de Janeiro, a Primeira Liga anunciou que a competição será realizada com pelo menos sete datas em 2017. Esse foi o número mínimo estabelecido em reuniões preliminares e confirmada pelos cartolas nesta quarta-feira. O cruzeirense Gilvan de Pinho Tavares, presidente da entidade, encaminhará agora o pedido à CBF na próxima quinta-feira.

Outra novidade é o aumento em seus participantes para 16.

A princípio, o desejo é pela entrada de mais um clube do Rio de Janeiro, que se somaria, assim, a seus 15 membros fundadores. O Botafogo, que tem excelente relação com o Fluminense, é o mais cotado.

Goiás, Ponte Preta, Paysandu e Atlético-GO e outros mostraram interesse anteriormente.

Segundo o diretor jurídico Eduardo Carlezzo, a votação do novo time terá de ser unânime.

Havia o desejo inicial pela disputa de suas finais em duas partidas, mas a proposta não foi encaminhada inicialmente.

Ficou definido ainda que, aproveitando a ida de Gilvan até a CBF, também será pleiteado que o vencedor da Primeira Liga assegure vaga continental na temporada seguinte – na Libertadores ou Copa Sul-Americana.

O Santa Cruz, atual campeão do Nordestão, está garantido na Sul-Americana neste ano e em 2017, por exemplo.

José Rodrigo Sabino, que atua no marketing do Flamengo, será convidado para assumir a função de CEO da entidade. A assembleia também manteve a vice-presidência com o Avaí. Dessa forma, herda o cargo Francisco José Battistotti

Fonte: ESPN.com.br