A segunda-feira será de muita conversa entre Ricardo Gomes e a diretoria alvinegra. Um encontro entre o treinador e o presidente Carlos Eduardo Pereira servirá para o treinador ouvir do clube quais são os próximos passos de olho no Campeonato Brasileiro, que começa no próximo final de semana. Ricardo quer saber o que pode ser feito para reforçar o elenco marcado pela juventude. Vice-campeão estadual, o treinador tem oferta do Cruzeiro para triplicar o seu salário de R$ 120 mil.

Pesa para uma possível permanência de Ricardo a proximidade com a família e a sequência do tratamento no joelho direito. O trabalho no Botafogo também o anima. Após o revés na decisão para o Vasco, o treinador se mostrou esperançoso para o Brasileiro.

— Os jogadores deram conta. Perdemos o Diogo logo no início da partida, e perdemos força ofensiva. Mesmo assim o nosso meio de campo fez um grande jogo. Quando se chega na final, é para ganhar. Não conseguimos transformar todo esse volume de jogo em gols. Saímos tristes, mas esperançosos no futuro — avaliou.

O Botafogo alimenta o sonho de reforçar o ataque. Nomes são especulados, mas Ricardo segue tendo à disposição jovens promessas. Contra o Vasco, por exemplo, o time terminou com Ribamar, de 19 anos, e Luís Henrique, de 18. A chegada de atletas mais experientes, somada a um possível aumento salarial, encaminhariam a permanência do treinador.

Fonte: Extra Online