O Conselho Deliberativo do Botafogo criou na noite desta terça-feira uma comissão especial para acompanhar a dramática situação financeira do clube. Com a representação de todas as possíveis chapas que disputarão as próximas eleições, o grupo quer a abertura de contas para principalmente saber o que encontrarão em uma futura gestão. Mauricio Assumpção, atual presidente, não esteve na reunião, mas disse que contribuirá com todos os pedidos.

Segundo o presidente (sorteado) deste órgão especial, Gustavo Noronha, indicado por Marcelo Guimarães, ex-diretor de maketing do alvinegro do Rio de Janeiro, não haverá intervenção no mandato.

“Não temos poder executivo e não faremos nenhum tipo de intervenção. Essa não é a ideia da comissão. Ela foi criada para detalhar as contas, saber o verdadeiro estado do Botafogo. Ela foi criada com cinco pessoas que fazem parte de grupos que podem estar no cenário eleitoral. Vamos tentar entender o que as próximas gestões vão ter de enfrentar”, afirmou, ao ESPN.com.br.

“A parte mais difícil é saber se vai ter mesmo colaboração por parte do Mauricio Assumpção. Ele disse que sim, garantiu isso. Sem isso, não vamos conseguir ver nada. Queremos começar sabendo quais são as parcelas dos refinanciamentos que vamos ter pela frente”, completou.

Apesar de não ter poder de execução, ou seja, não administrará o clube neste período, a comissão terá acesso a todas as informações desta gestão, controlando cada passo até o final de mandato. Sob fiscalização constante, o presidente do Botafogo será quase uma “rainha da Inglaterra” até entregar o cargo, em 25 de novembro.

A tese é reforçada pelo que se comenta em General Severiano. Mais distante da rotina do alvinegro, Assumpção não tem ido à sede e nem comparecido a reuniões, como a desta terça-feira.

“Ele não tem ido muito ao clube, todo mundo percebe isso. A comissão não tira seus poderes, mas a gente sabe que Assumpção tem muito pouco poder de decisão agora. É o fim do mandato, e desse jeito muito ruim”, finalizou Gustavo Noronha.

Fonte: ESPN.com.br