Técnico do Botafogo comemora revés magro contra Ceará: ‘Era para ser mais’

Compartilhe:

O Botafogo perdeu para o Ceará por 2 a 0 e viu sua situação na Copa do Brasil complicar. O técnico Vagner Mancini foi sincero até demais e disse que a derrota ficou de bom tamanho. Segundo ele, o rival foi muito superior e merecia ter feito um placar mais elástico. O treinador disse ainda que os 45 minutos iniciais foram os piores do Alvinegro sob seu comando, desde a estreia do Brasileiro.

“Estou confiante que podemos reverter. Ceará teve a chance de matar o jogo. Poderia ter sido muito pior. Eles foram muito superiores. 2 a 1 foi pouco. Entramos ate bem por 10min, mas depois o Ceara tomou conta do jogo. Foi o pior 45min que tivemos. Foi muito distante, desajustado, desarrumado e cheio de espaço. Ceará é uma boa equipe. Melhoramos no segundo tempo, mas ainda assim muito distante. Diminuímos e poderíamos tentar o empate, mas aconteceu o pênalti e esfriou uma possível reação”, admitiu Mancini.

O treinador do Botafogo, no entanto, demonstra otimismo para a sequência da competição e diz que a equipe tem condições de se recuperar em Fortaleza na próxima quarta-feira. Além disso, ele comemora o fato de a derrota ter sido de apenas um gol de diferença, o que deixa o duelo em aberto.

“O gol foi importante, pois da a chance de recuperar. Se fossem dois gols de diferença dificultaria. Nada deu certo. Time jogou mal. Time melhorou. 2 a 1 ficou de bom tamanho. Ceará mostrou jogo muito superior ao nosso. A oscilação ocorre porque não tem tempo longo tempo de trabalho. Cruzeiro oscila pouco, pois o Marcelo esta lá há dois anos. Chegar, montar equipe e precisar de resultados logo. Além das dificuldades que não vou nem citar. Emocional mudando toda hora”, completou o treinador alvinegro.

Para reverter a situação, o Botafogo terá que vencer o Ceará por dois gols de diferença. Vitória por 2 a 1 leva a classificação para as penalidades. A partida será na próxima quarta-feira, em Fortaleza.

Fonte: UOL

Comentários