Depois de disputar e vencer a Série B, no ano passado, o Botafogo entrou em campo, neste domingo, em seu primeiro duelo no retorno à elite do futebol brasileiro. O adversário foi o São Paulo que, de olho na permanência na Libertadores, poupou seus titulares. Para os alvinegros, a estreia na competição não saiu como o esperado. A equipe de General Severiano foi derrota pelo Tricolor Paulista, por 1 a 0 – gol marcado pelo jovem Lucas Fernandes.

O próximo compromisso do Botafogo será a partida de volta, válida pela Copa do Brasil, diante do Juazeirense. O duelo será disputado nesta quinta-feira, às 21h30. Pelo Brasileiro, o Alvinegro visita o Sport, no próximo domingo, às 18h30. Já o São Paulo define sua permanência na Libertadores, nesta quarta-feira, diante do Atlético-MG. Pela competição nacional, o Tricolor Paulista recebe o Internacional, no próximo domingo, às 16h.

Botafogo pressiona e, sem efetividade, não consegue passar pelo São Paulo

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net / Divulgação

O JOGO

Buscando uma estreia confiante, no retorno à Série A, o Botafogo precisava passar pelos reservas do São Paulo, em Volta Redonda. Os primeiros minutos foram de pressão alvinegra. Na vacilada de Lucão, Fernandes desarmou e tocou para Ribamar finalizar com perigo, à direita de Renan Ribeiro. Livre dentro da área, o volante Bruno Silva falhou na finalização e perdeu uma ótima chance de abrir o placar para a equipe de General Severiano. O Alvinegro pressionava, mas ainda faltava capricho nas finalizações.

A marcação do Botafogo no meio de campo dificultava a vida do São Paulo, que sofria com os erros. O Alvinegro permanecia no campo de ataque, levando perigo, mas, faltava aquele último toque para definir as jogadas e marcar o primeiro gol. Em uma boa oportunidade, o meia Leandrinho cruzou na medida para Bruno Silva, que cabeceou para fora. Em seguida, Ribamar abriu espaço pela esquerda e finalizou, mas o goleiro adversário ficou com a bola.

Apesar das dificuldades para escapar da marcação alvinegra, o São Paulo encontrou na bola parada uma boa chance para abrir o placar. Lucas Fernandes foi para a cobrança de falta, na entrada da área, e mandou no canto esquerdo do goleiro Helton Leite. O defensor alvinegro não conseguiu evitar o primeiro gol do Tricolor Paulista na partida, e também o primeiro gol do meia recém promovido das categorias de base. Tentando embalar o segundo, Lucas Fernandes roubou a bola no ataque e cruzou para Alan Kardec que, por pouco, não balançou a rede. O São Paulo começava a encontrar seus espaços e preocupar a equipe carioca.

O São Paulo conseguiu virar o jogo e conquistar a superioridade na partida. Mas, não foi o suficiente para segurar Ribamar, que apareceu bem pela esquerda, nas costas de Lucão, e finalizou forte para a defesa de Renan Ribeiro. Neilton aparecia livre, em condições de garantir o empate, e ficou na bronca com o companheiro. Apesar da pressão nos útlimos minutos, o Botafogo não conseguiu igualar o placar ainda na primeira etapa.

No retorno para o segundo tempo, o São Paulo conseguiu equilibrar a partida. O Botafogo ainda pressionava, mas sem efetividade e chances claras. Buscando fortalecer o ataque, o técnico Ricardo Gomes apostou na entrada de Salgueiro, no lugar de Bruno Silva. Quem também teve chance na equipe de General Severiano foi o estreante Anderson Aquino – apresentado na última semana. Na tentativa de igualar o placar e mostrar que a solução poderia ter saído do banco de reservas, Sassá – que entrou no início da segunda etapa – desarmou Lyanco, ganhou o lance e finalizou com força, mas a bola parou no lado de fora da rede.

O Alvinegro buscou o gol, para não sair na desvantagem na estreia, mas esbarrou na dificuldade ofensiva e na marcação dos adversários paulistas. O retorno à elite do futebol brasileiro não saiu como esperado, e o apito final marcou a estreia com derrota do time de General Severiano, pelo placar de 1 a 0.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 0 x 1 SÃO PAULO

Estádio: Raulino de Oliveira
Público e Renda:
Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Gols: Lucas Fernandes (São Paulo, aos 21′ do 1ºT)
Cartões Amarelos: Banguelê, Wilder e Matheus Reis (São Paulo);
Cartões Vermelhos:

BOTAFOGO: Helton Leite; Luis Ricardo, Emerson Silva, Renan Fonseca, Victor Luis; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva (Salgueiro), Fernandes, Leandrinho (Anderson Aquino); Ribamar e Neilton (Sassá); Técnico: Ricardo Gomes.

SÃO PAULO: Renan Ribeiro; Auro, Lugano, Lyanco, Matheus Reis; Lucão, Banguelê, Lucas Fernandes; Wilder, Alan Kardec e Centurión; Técnico: Edgardo Bauza.

Fonte: O Dia Online