O vice-presidente de futebol do Botafogo, Gustavo Noronha, admitiu em entrevista coletiva nesta sexta-feira que a venda do zagueiro Igor Rabello para o Atlético-MG possibilitou o pagamento dos salários que estavam atrasados de jogadores e funcionários.

O Atlético-MG pagou R$ 13 milhões ao Botafogo para ficar com 70% dos direitos econômicos do jogador, além de ter cedido por empréstimo o zagueiro Gabriel para General Severiano por dois anos, mais 30% dos direitos. Com a folha salarial quitada, o Glorioso impede que jogadores busquem na Justiça a liberação.

Fonte: Redação FogãoNET e Rádio Brasil