Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Antes de ‘decisão’, Denilson do SP festeja encarar Botafogo em campo neutro

0 comentários

Compartilhe

O São Paulo assumiu a vice-liderança do Campeonato Brasileiro na rodada passada e tem o sonho de alcançar o Cruzeiro na briga pelo título. Por isso, o jogo contra o time celeste, no domingo, é tratado como uma decisão no Tricolor. Porém, antes do encontro, o clube tem compromisso nesta quarta-feira contra o Botafogo, em Brasília, em partida com mando do time do Rio de Janeiro.

O volante Denilson gostou da opção do adversário de transferir o jogo para o Mané Garrincha, onde os cariocas vislumbram uma chance maior de arrecadação. “Para mim, lá é campo neutro. Como o São Paulo tem torcida no Brasil e no mundo todo, um bom número de torcedores vai comparecer para nos apoiar até o final”, afirmou.

Com a vitória sobre o Sport, no domingo, o São Paulo chegou aos 36 pontos, diminuindo a distância para o Cruzeiro, que empatou no fim de semana e aparece com 43. Com um turno ainda para ser disputado, Denilson acha possível alcançar o time mineiro, mas admite que o jogo de domingo, no Morumbi, será um divisor para o Tricolor, mostrando se o sonho de título realmente é possível.

“Jogar contra o Cruzeiro, que é o primeiro colocado, vai dizer alguma coisa. Mas, primeiro, temos de enfrentar o Botafogo, que será um jogo difícil. Sabemos das dificuldades que vamos enfrentar na quarta-feira e, tendo um resultado positivo, com certeza o Morumbi estará lotado (contra o Cruzeiro)”, avaliou.

O que anima os são-paulinos é a história do último título nacional conquistado pelo clube, em 2008. Na época, o Grêmio abriu 11 pontos de vantagem sobre o time de Muricy Ramalho, que deu uma arrancada no segundo turno e levou o troféu.

“Tudo é possível. Em 2008, o São Paulo tinha uma chance mínima de ser campeão brasileiro a acabou ganhando. Estamos agora em segundo, sete pontos atrás do Cruzeiro, mas prefiro focar jogo a jogo. Teremos mais uma partida dificílima na quarta, em campo neutro, e a torcida são-paulina vai comparecer. Sabemos que vivemos um momento muito bom, com o elenco todo se ajudando”, acrescentou.

Denilson não se apega apenas ao passado para confiar em uma arrancada, citando ainda a qualidade da equipe. “Além de ter nomes como Kaká, Pato, Ganso e Kardec, a obediência tática é extraordinária. O Muricy passa isso para nós, dizendo que temos de ocupar os espaços e eles vêm nos ajudando bastante também, fazendo com que o São Paulo viva este momento bom, com a certeza de que podemos chegar longe”, completou.

Comentários