Antes inquestionável, Seedorf vira principal alvo de críticas

Compartilhe:

No dia 22 de julho do ano passado, Seedorf estreou com derrota pelo Botafogo, justamente diante do Grêmio, último adversário do Glorioso. No entanto, naquela ocasião, o resultado pouco importou, já que o craque foi ovacionado pela tor-cida alvinegra. Já no sábado, a história teve outro roteiro. Em novo revés diante do Tricolor gaúcho, o camisa 10 foi vaiado nos minutos finais da partida. A atitude dos alvinegros deixou evidente que Seedorf já não é mais um jogador inquestionável.

Nas redes sociais há, inclusive, muitos torcedores que pedem que o técnico Oswaldo de Oliveira poupe o craque por um tempo, até mesmo para preservá-lo do desgaste. Com a queda de rendimento do Botafogo, o holandês virou uma espécie de bode expiatório. Sinal disso é que as vaias do último sábado foram direcionadas somente a ele.

Perguntado sobre as críticas da torcida no jogo contra o Grêmio, o craque classificou as vaias como um pecado, já que, segundo ele, todos estão se esforçando para sair da situação ruim que se instalou na equipe.

– Sinceramente, não estou acostumado com isso. Não afeta a mim, afeta o time. Temos de ficar juntos. Vamos permanecer unidos e buscar até o fim. Eu e todos os outros jogadores estamos com vontade de inverter essa situação – disse o camisa 10 do Botafogo.

Recentemente, Seedorf disse que nem sempre vai jogar bem, mas prometeu empenho para ajudar o time, mesmo que não seja com gols ou assistências. Aliás, o holandês não balança as redes há 12 jogos. O último gol dele foi marcado contra o Inter, em agosto.

Fonte: Lancenet!

Comentários