A nova direção do Botafogo está, aos poucos, colocando ordem em General Severiano. Mas, em meio à crise financeira, o presidente Carlos Eduardo Pereira pode perder um importante parceiro na caminhada para reconstruir o prestígio Alvinegro no cenário do futebol brasileiro. A fornecedora de material esportivo alemã Puma pode deixar o clube em 2015.

“A Puma tinha um prazo contratual para manifestar o desejo da preferência, não o fez, mas parece que houve uma mudança na administração e voltamos a conversar. Foi uma experiência positiva e estamos abertos para renegociar. Já conversamos com outros fornecedores”, disse Carlos Eduardo à Rádio Transamérica.

Segundo o presidente, o Botafogo precisa definir em breve qual será o seu fornecedor de material esportivo. Pois o Campeonato Carioca começa no dia 1 de fevereiro, quando o Alvinegro estreia diante do Boavista, e o tempo seria curto para uma confecção às pressas. Outro ponto lembrado pelo cartola no renascimento do Glorioso, é a reabertura do Engenhão, importante fonte de receitas para o clube.

“Temos um compromisso com a prefeitura para agilizar a obra. O Engenhão é fundamental”, concluiu.

Fonte: O Dia Online