Ao derrotar o Fortaleza por 1 a 0, na tarde de hoje (5), o Botafogo chegou à segunda vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro – em três jogos -, dando mais um passo para atingir o objetivo traçado pelo técnico Eduardo Barroca: conseguir resultados no “tiro curto” até a paralisação para a Copa América.

O treinador alvinegro, que chegou no meio do mês passado, após a diretoria demitir Zé Ricardo, enalteceu o empenho do elenco e fez elogios ao adversário desta tarde, que é comandado por Rogério Ceni.

“Quando cheguei, falei que o objetivo principal era resultado a curto prazo. Botafogo tinha essa necessidade e continua tendo. Tenho que dar o mérito aos jogadores. Estão trabalhando muito duro, se dedicando muito nos jogos. Foi um jogo difícil, contra uma equipe que tem sequência de trabalho. Contra o Fortaleza, a equipe que não for bem organizada, vai sofrer”, disse.

Apesar de satisfeito com o resultado, Barroca apontou aonde ainda enxerga falhas que precisam ser aprimoradas para as próximas rodadas.

“Nossa saída de bola foi boa, mas tivemos, outra vez, dificuldade de progressão. O Fortaleza jogou com duas linhas de quatro, bem compactas. Tentamos sair de pé em pé, com tranquilidade. Tivemos chances no primeiro tempo por chegar ao ataque com mais jogadores. Todas as jogadas mais apoiadas foram assim. Fortaleza estava compacto, tava difícil de entrar”, lembrou.

O comandante do Botafogo teceu elogios a Alex Santana, que entrou no segundo tempo, na vaga de Buchecha, e balançou a rede, ressaltando que jogador algum tem vaga garantida no time titular:

“Gostei muito da entrada dele, mas a competição está aberta para todos. Alex foi decisivo, entrou bem. Já tinha entrado bem contra o Bahia. Vamos treinar, ver como eles competem, para poder fazer a escolha”.

Fonte: UOL