A última partida, contra o Corinthians, no Nilton Santos, foi só um aperitivo do que ainda está por vir. O Botafogo se arma para a reta final do Campeonato Brasileiro em busca de mais uma vaga na Libertadores. Quem acompanha a rotina do clube sabe que o técnico Jair Ventura sempre fecha os treinos. Na última segunda-feira veio o resultado.

Na ocasião, o Glorioso venceu por 2 a 1, com dois gols de escanteio, algo raro nesta temporada, por mais que já tenha feito 20 de cabeça só em 2017. Antes disso, porém, quase abriu o placar com Victor Luis após jogada ensaiada com Lindoso, que nasceu justamente de um escanteio.

O atacante Brenner, que fez o primeiro gol da vitória sobre os paulistas, comentou que o tento dele não foi ensaiado. Foi uma questão de jogo. Esse não, mas outros gols, sim, têm o dedo dos treinamentos do comandante.

– Hoje em dia quase todos os clubes fazem gols de bola parada. O gol contra a Chape foi em uma jogada ensaiada. Contra o Vitória também. Contra o Corinthians o Pimpão raspou na bola. Por isso o Jair fecha o treino. Tentamos reproduzir no jogo. Às vezes dá para formular uma coisinha ou outra para pegar o adversário de surpresa – comentou, antes de completar.

– A estatura do nosso time conta bastante, mas a gente trabalho muito jogada de bola parada. Muito mesmo. Na véspera dos jogos o Jair trabalha todo tipo de bola parada, faltas, escanteios. Nada acontece por acaso. A gente trabalha bastante com o Jair, e esses gols de cabeça acontecem muito por isso – finalizou.

O Glorioso é o sexto do Campeonato Brasileiro, com 47 pontos, e lidera o returno com sete vitórias e um empate. No próximo domingo, às 17h, o adversário é o Atlético-MG, no Independência. O Botafogo mostrará as suas armas novamente?

Fonte: Terra