Assumpção explica negociações com Maracanã e Brasília

Compartilhe:

Enquanto o Engenhão segue fechado para reparos, o Botafogo busca soluções para ter onde mandar seus jogos no Brasileiro e na Copa do Brasil. E a mais plausível é o Maracanã. O presidente do clube, Maurício Assumpção, revela que as conversas com o consórcio que administra o estádio seguem. A expectativa do mandatário é ter uma definição em breve.

– Nós negociamos para jogar no Maracanã. E, quando o consorcio Maracanã traz determinadas situações, como tivemos o Engenhão, sabemos quanto custa situações como segurança, estacionamento, quadro móvel, alimentação… Alguns clubes que estavam negociando com Maracanã ou outras arenas, utilizaram o que o Botafogo tem para melhorar os seus contratos. Mas nossa discussão com consórcio ainda não terminou. É uma situação diferenciada. A gente pode assinar qualquer contrato porque a concessão com Prefeitura (do Engenhão) está suspensa, mas estamos vendo o melhor modelo. Se assinamos só esse ano, esse ano e até o fim do ano que vem… Pelos 18 meses que o Engenhão vai ficar fechado… Tem uma série de condições. No mais tardar, em duas semanas teremos um desfecho – disse em entrevista à Rádio CBN.

Outra opção válida para o Botafogo é mandar partidas em Brasília, no Estádio Mané Garrincha.

– Brasília também está muito boa a conversa para alguns jogos por lá – explicou Assumpção.

Com ou sem estádio, o Botafogo segue seu bom momento. O campeão carioca lidera o Campeonato Brasileiro com 16 pontos em oito rodadas. Neste domingo, porém, pode ser ultrapassado por Coritiba, que tem 15, e Vitória, com 13. O Coxa enfrenta o Santos na Vila Belmiro. Já os baianos têm clássico local com o Bahia na Arena Fonte Nova.

Fonte: Lancenet! e Rádio CBN

Comentários