Os programas de sócios-torcedores foram um dos trunfos dos grandes clubes brasileiros para arrecadarem mais dinheiro e fidelizarem seus torcedores. Atualmente, de acordo com o site Futebol Melhor, quatro equipes já têm mais do que 100 mil associados.

Corinthians e Palmeiras, que cresceram muito nos últimos anos ainda lideram, com diferença de três mil torcedores em favor do Timão.

O Inter, primeiro clube a apostar forte no sócio-torcedor e ex-líder, aparece em terceiro, com quase 113 mil torcedores. A folha salarial do clube é toda paga apenas com o programa de sócio-torcedor, por exemplo.

Já a surpresa deste ano na lista foi o São Paulo, que cresceu muito com seu novo programa e tem quase 110 mil torcedores, aparecendo em quarto lugar.

O Grêmio, quinto colocado, deve ser o próximo a entrar no clube dos 100 mil. Com mais de 96 mil torcedores, o clube precisa de menos do que quatro mil associados para atingir a marca.

Dos 12 grandes do Brasil, quem mais decepciona nos números de associados é o Vasco, 20° colocado, atrás do Grêmio Osasco, com menos de 10 mil associados.

Ainda sem o Maracanã, Flamengo e Fluminense têm dificuldades de alavancar seus programas.

Veja os 20 clubes com mais sócios-torcedores do Brasil

1° – Corinthians – 129.705
2° – Palmeiras – 126.635
3° – Internacional – 112.756
4° – São Paulo – 109.966
5° – Grêmio – 96.415
6° – Cruzeiro – 77.120
7° – Atlético-MG – 64.993
8° – Santos – 64.307
9° – Flamengo – 54.116
10° – Sport – 43.990
11° – Fluminense – 33.201
12° – Bahia – 25.452
13° – Coritiba – 19.138
14° – Ponte Preta – 18.745
15° – Remo – 16.881
16° – Botafogo – 13.521
17° – Vitória – 13.157
18° – Fortaleza – 10.430
19° – Grêmio Osasco – 9.932
20° – Vasco – 9.461

Fonte: Placar