Atuações: decisivos, Edílson e Hyuri brilham no Botafogo

Compartilhe:

RENAN – GOLEIRO
Não teve muito trabalho, mas foi bem nas duas vezes em que foi exigido.
Nota: 6,5

EDÍLSON – LATERAL-DIREITO
Foi bem defensivamente, conseguindo bons desarmes. Ainda deu um passe espetacular para Hyuri marcar o gol da vitória.
Nota: 7,5

BOLÍVAR – ZAGUEIRO
Mostrou muita segurança. No primeiro tempo, impediu gol corintiano ao cortar um cruzamento de Edenílson para Romarinho já dentro da pequena área.
Nota: 7,0

DÓRIA – ZAGUEIRO
Assim como o companheiro, foi muito firme na marcação. Deu poucos espaços para Emerson.
Nota: 7,0

JULIO CESAR – LATERAL-ESQUERDO
No primeiro tempo teve dificuldades para conter as jogadas entre Alessandro e Edenílson pelo seu lado. No segundo, participou mais das jogadas ofensivas, mas foi pouco efetivo.
Nota: 6,0

MARCELO MATTOS – VOLANTE
Foi bem na marcação de Douglas, conseguindo quatro roubadas de bola. Errou alguns passes ao tentar sair para o jogo. Saiu por cansaço na segunda etapa.
Nota: 6,5

LUCAS ZEN – VOLANTE
Entrou no lugar de Marcelo Mattos e não comprometeu na marcação nos 15 minutos em que esteve em campo.
Nota: 6,0

RENATO – VOLANTE
Menos combativo que os companheiros na marcação, tentou ajudar na organização do meio-campo. Na segunda etapa, errou uma saída de bola que resultou em um lance de perigo do ataque corintiano.
Nota: 6,0

SEEDORF – MEIA
Perdeu duas ótimas oportunidades de gol no primeiro tempo. Tentou organizar as jogadas de ataque da equipe como de costume, mas não esteve em noite muito inspirada.
Nota: 5,5

LODEIRO – MEIA
Correu demais enquanto esteve em campo, mas foi pouco produtivo. Saiu com cãibras.
Nota: 6,0

RAFAEL MARQUES – ATACANTE
Abaixo das suas últimas atuações. Foi participativo, mas pecou na hora dos passes.
Nota: 6,0

OCTÁVIO – MEIA
Entrou no fim.
Sem nota

ELIAS – ATACANTE
Muita briga entre os zagueiros, mas não teve chances de finalizar.
Nota: 5,5

HYURI – ATACANTE
Entrou no lugar de Elias e mostrou mais uma vez que tem estrela. Deu mais velocidade pelos lados e foi coroado com um belo gol no fim do jogo.
Nota: 7,5

Header Corinthians (Foto: Infoesporte)

CÁSSIO – GOLEIRO
No primeiro tempo, se atrapalhou com Alessandro e quase entregou um gol. No segundo, fez duas ótimas defesas em chutes de Edílson. Não teve culpa no gol de Hyuri.
Nota: 6,5

ALESSANDRO – LATERAL-DIREITO
Teve dificuldades para conter os avanços de Seedorf, principalmente no primeiro tempo. Quase entregou um gol ao holandês em lance de indecisão com Cássio. Na segunda etapa se limitou a defender.
Nota: 5,5

GIL – ZAGUEIRO
Foi bem na marcação de Elias, conseguindo três roubadas de bola. Também neutralizou bem as jogadas aéreas do Botafogo.
Nota: 7,0

PAULO ANDRÉ – ZAGUEIRO
Apesar de salvar um gol em cima da linha no primeiro tempo, foi pior que o companheiro no geral. Teve muito trabalho para conter a velocidade de Hyuri na segunda etapa, chegando a levar amarelo ao parar um contra-ataque.
Nota: 6,0

IGOR – LATERAL-ESQUERDO
Pouco passou para o campo de ataque no jogo. Mas em uma das suas poucas investidas, desperdiçou boa oportunidade ao finalizar de dentro da área em cima de Renan.
Nota: 5,5

FELIPE – ZAGUEIRO
Entrou em um momento de pressão do Botafogo e não foi bem. Tomou um cartão amarelo e deixou Hyuri entrar livre nas suas costas para marcar o único gol do jogo.
Nota: 4,5

MALDONADO – VOLANTE
Suportou bem a grande movimentação do meio de campo durante boa parte do jogo, mas não deu opções de saída de bola quando o time teve a bola nos pés.
Nota: 6,0

EDENÍLSON – VOLANTE
Muito disposição. Fez um ótimo primeiro tempo, com boa marcação e aparecendo como elemento surpresa no ataque. Caiu um pouco na segunda etapa.
Nota: 6,5

DOUGLAS – MEIA
Teve pouco espaço para organizar a equipe, mas nas poucas vezes em que teve a bola dominada conseguiu criar. Um exemplo é o ótimo passe para Igor no início do segundo, mas o lateral não aproveitou.
Nota: 6,0

DANILO – MEIA
Muito apagado, pouco participou do jogo.
Nota: 5,0

ROMARINHO – ATACANTE
Esteve presente em quase todas as ações ofensivas do Corinthians no primeiro tempo, mas não conseguiu espaço para finalizações.
Nota: 6,0

ALEXANDRE PATO – ATACANTE
Entrou no lugar de Romarinho para dar mais presença de área ao time e conseguiu. Incomodou a zaga e quase marcou um gol de cabeça.
Nota: 6,5

EMERSON – ATACANTE
Se movimentou muito para dar opção no ataque, mas levou vantagem em poucos lances. No primeiro tempo, teve duas bias chances de finalização na área, mas falhou.
Nota: 6,0

PAULO VICTOR – ATACANTE
Entrou no lugar de Emerson e pouco tocou na bola.
Nota: 5,5



Fonte: Globoesporte.com
Comentários