Atuações: Seedorf comanda vitória com maestria e Bruno Mendes renasce no Botafogo

Compartilhe:

JEFFERSON – GOLEIRO
Um privilegiado. Assistiu ao jogo de dentro do campo sem pagar ingresso.
Nota: 6

EDILSON – LATERAL-DIREITO
Fez um jogo seguro, aparecendo no ataque quando podia e eficaz na defesa.
Nota: 7

BOLIVAR – ZAGUEIRO
Vinha numa excelente jornada, com direito a participação decisiva no terceiro gol. No entanto, fez falta tola no fim e acabou expulso, já que tinha recebido amarelo antes.
Nota: 4,5

DÓRIA – ZAGUEIRO
Parecia nervoso no primeiro tempo, se utilizando em demasia da força nas jogadas. Cresceu na etapa final.
Nota: 6

JULIO CESAR – LATERAL-ESQUERDO
Não teve a chance de avançar tanto devido à força ofensiva de Marcelo e sofreu um bocado na marcação.
Nota: 5,5

LIMA – LATERAL-ESQUERDO
Entrou próximo do fim da partida e logo no primeiro lance deu cruzamento na medida para Bruno Mendes fechar a goleada.
Nota: 7

GABRIEL – VOLANTE
Cumpriu bem a função de proteger a zaga e distribuiu bem as jogadas para as investidas de Hyuri e Rafael Marques pelos lados.
Nota: 6,5

RENATO – VOLANTE
Bem mais ativo do que nos últimos jogos. Quase marcou de fora da área num belo chute. Depois, deu origem à jogada do primeiro gol. Na etapa final, serviu Rafael Marques, que carimbou a trave.
Nota: 7,5

HYURI – MEIA
Fez novamente uma excelente exibição diante de um time paranaense. Tinha sido assim contra o Coxa. Desta vez, explorou a velocidade e ainda mostrou generosidade no passe para o gol de Seedorf.
Nota: 7,5

OCTÁVIO – MEIA
Pouco tempo para aparecer com destaque.
Sem nota.

SEEDORF – MEIA
Regeu o time alvinegro com maestria e sabedoria. Além de fazer gol e dar uma assistência, usou e abusou da experiência na etapa final, deixando os jogadores do Furacão pilhados com a sua classe para jogar futebol.
Nota: 8,5

RAFAEL MARQUES – ATACANTE
Um pecado que tenha saído de campo sem balançar a rede. Deu opção, mostrou inteligência ao abrir espaços e ainda carimbou a trave em duas ooportunidades.
Nota: 8

ELIAS – ATACANTE
Brigou muito entre os zagueiros e foi premiado com um gol de oportunismo, completando de cabeça no segundo pau.
Nota: 7

BRUNO MENDES – ATACANTE
Mostrou a estrela que parecia tê-lo abandonado nos últimos meses. Entrou e fez dois gols de quem sabe finalizar. Ambos em um toque só.
Nota: 8

Header ATLETICO-PR (Foto: Infoesporte)

WEVERTON – GOLEIRO
Foi bombardeado pelo ataque adversário. Sem a menor culpa pelo resultado.
Nota: 5

LÉO – LATERAL-DIREITO
Tem potencial ofensivo, mas precisa manter o equilíbrio. Pilhado, recebeu cartões consecutivos após agressões a Seedorf e Rafael Marques.
Nota: 3

MANOEL – ZAGUEIRO
Eficaz na bola aérea, caiu de rendimento quando todo time se viu envolvido pela bela atuação do adversário.
Nota: 5,5

LUIZ ALBERTO – ZAGUEIRO
Bateu-cabeça com Juninho no lance do segundo gol no famoso “deixa que eu deixo”. A falha pode ter sido determinante para a derrota.
Nota: 4,5

JUNINHO – LATERAL-ESQUERDO
Volante de origem, jogou de lateral-esquerdo e sofreu para cobrir o seu setor. Confundiu-se com Luiz Alberto na jogada do segundo gol do Botafogo.
Nota: 4

BRUNO SILVA – VOLANTE
Entrou em campo para marcar, mas se preocupou mais em fazer faltas. Levou cartão ainda na etapa inicial e ficou pendurado no jogo.
Nota: 5

JOÃO PAULO – VOLANTE
Tentou ajudar na saída de bola, mas teve dificuldade devido a falta de inspiração dos apoiadores do time.
Nota: 6

EVERTON – MEIA
Não esteve numa noite feliz contra o ex-clube. Além disso, cometeu quatro faltas.
Nota: 5

FRAN MÉRIDA – MEIA
Sumido no jogo. Não conseguiu dar sequência às jogadas. Foi sacado no intervalo.
Nota: 4,5

DELLATORRE – ATACANTE
Entrou com muita vontade e pouca objetividade.
Nota: 5,5

MARCELO – ATACANTE
Mostrou força e velocidade pela direita. Deu trabalho à defesa alvinegra. Foi substituído depois que Léo foi expulso.
Nota: 6,5

JONAS – LATERAL-DIREITO
Entrou perto do fim e não foi capaz de evitar a jogada do quarto gol, pelo seu setor.
Nota: 5

EDERSON – ATACANTE
O artilheiro do Brasileiro só conseguiu levar perigo numa cobrança de falta.
Nota: 5,5

ROGER – ATACANTE
Entrou com o resultado adverso e a bola pouco chegou para mudar alguma coisa.
Nota: 5

Fonte: Globoesporte.com

Comentários