Amigos alvinegros,

Sempre que voltam as crises de atrasos de salários nos clubes muitos torcedores questionam se os jogadores realmente têm razão em cobrar, já que alguns deles recebem pagamentos altíssimos levando-se em consideração o padrão de vida do cidadão brasileiro. Pera lá. Acho que ninguém precisa concordar que os valores dos salários dos jogadores de futebol são justos. Mas, independentemente disso, os atletas também têm contas para pagar, compromissos a honrar.

Um jogador que ganha R$ 200 mil por mês, por exemplo, pode muito bem se comprometer a pagar consórcios de valores igualmente elevados.

É bom lembrar também que muitos jogadores não recebem salários altos. Muitos jovens atletas carregam nas costas a esperança de toda uma família.

Não se trata de julgar se é justo ou não um jogador receber altos salários. Se foi feito um contrato entre atleta e clube para que se pague ‘X’ no dia determinado, o acordo tem que ser cumprido. É simples. O combinado não sai caro.

Falando especificamente do Botafogo, acredito que o clube tem que procurar outras saídas a não ser ficar esperando retornar ao Ato Trabalhista ou pelo Proforte.

Fonte: Blog Ninguém Cala - Lancenet!