Faltam adjetivos para definir a estreia do Botafogo no Campeonato Carioca.

Antes que o torcedor se iluda, e ele conhece bem o tema, início de temporada, falta de entrosamento e condicionamento físico não servem como desculpa.

Chororô injustificável. Perder para o Madureira por 2 a 0 com gols de Souza e Geovane Maranhão é demais.

Por sinal, esse Souza jogaria fácil no Botafogo atual? Qual atacante do elenco alvinegro joga mais bola que ele? Nenhum.

O lateral Jonas foi o melhor do Botafogo. E só.

Nomes como Renan Fonseca, Emerson, Rodrigo Lindoso, Bruno Silva e Roger não podem ser titulares numa Libertadores. Não mesmo.

Pior é constatar que Sassá não seria banco diante da mediocridade do Botafogo.

Jair Ventura que se cuide para não virar o Eduardo Hungaro da vez.

É cedo? Não. É tarde.

Fonte: Blog do Bruno Voloch - Yahoo! Esportes