Bolívar: ‘Foi de canela. Como Dadá falava, feio é não fazer gol’

Compartilhe:

Pela segunda vez no ano, Bolívar marca o gol de empate em 1 a 1 em um clássico entre Botafogo e Fluminense. Desta vez, o zagueiro admitiu que levou lance sorte no sorte, já que a bola bateu nele após Rafael Marques cabecear.

– É bom.  A gente vinha de 3 derrotas, mostra a que sorte virou. Felizmente estava bem posicionado, bateu na canela, o mais importante é bola na rede. Como Dadá falava, feio é não fazer gol – disse, ainda no intervalo.



Fonte: Redação FogãoNET
Comentários