No desembarque do elenco botafoguense no Rio de Janeiro, a segurança do Botafogo esperava que a torcida fosse protestar contra os jogadores após a derrota para o Santos e a consequente queda para a última posição no Brasileirão, entretanto não foi bem o que aconteceu. Mesmo com a preocupação botafoguense, nenhum torcedor compareceu para protestar e o esquema foi armado a toa.

Segundo o site do Globo Esporte, os jogadores do Botafogo desceram no aeroporto escoltados por um ônibus da Polícia Militar, todavia foi desnecessário, já que não houver nenhum torcedor sequer para recepcionar a equipe. A espera era de protestos, pois com a derrota por 3 a 0 para o Santos, a equipe caiu para a última posição do Campeonato Brasileiro. O objetivo da escolta militar era levar o time botafoguense do Aeroporto Santos Dumont até o CT General Severiano.

Pelo Twitter, o presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira, pediu desculpas aos torcedores botafoguenses e ressaltou que o time não voltará a jogar a segunda divisão no próximo ano.

Fonte: Torcedores.com