Botafogo e Atlético-MG chegaram a um “acordo de cavalheiros” para receber melhor as respectivas torcidas visitantes em seus confrontos – dois pelo Campeonato Brasileiro e dois pela Copa do Brasil, o primeiro nesta quinta-feira (29), em Minas Gerais. Os clubes cedem, um ao outro, 500 ingressos cada um em arquibancadas dedicadas a visitantes. Sem custos. E criam alguns benefícios para os rivais.

As diretorias ficaram livres para usar seus ingressos como quiserem. Uma possibilidade, com finalidade comercial, é convidar parceiros e potenciais patrocinadores para assistir às partidas fora de casa. Outra, pelo lado do relacionamento com seus torcedores, é premiar sócios-torcedores com as entradas. É o que fará o Botafogo, nesta quinta-feira (29), pela Copa do Brasil, com 200 de seus 500 ingressos.

O acordo entre os clubes privilegia o acesso dos visitantes. Tanto botafoguenses quanto atleticanos terão bilheterias exclusivas para retirar as entradas, respectivamente nos estádios Independência Nilton Santos. As equipes esperam assim dar bons exemplos no trato com as torcidas rivais, um problema crônico do futebol brasileiro.

O Botafogo ainda negocia com dois outros clubes acordos similares ao que fechou com o Atlético-MG. Um com o Corinthians, com quem ainda fará duas partidas pelo Campeonato Brasileiro, a primeira em solo corintiano no próximo domingo (2). Outro com o Nacional do Uruguai, adversário nas oitavas de final da Libertadores. O confronto com os uruguaios, pela distância para o deslocamento dos botafoguenses, naturalmente representa um desafio maior.

Fonte: Blog Época Esporte Clube - Época Online