Botafogo e mais 8 querem São Paulo fora da Copa SP Júnior

Compartilhe:

Além dos quatro grandes clubes do Rio de Janeiro (Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco) e dos dois de Minas Gerais (Atlético-MG e Cruzeiro), mais três equipes de ponta do Brasil enviaram carta à Federação Paulista de Futebol condicionando a inscrição na Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2014 à exclusão do São Paulo: Coritiba, Sport e Vitória.

O grupo acusa o clube paulista de aliciar jovens jogadores durante as competições envolvendo as divisões de base. A reportagem do LANCE!Net apurou que Marco Polo Del Nero, presidente da FPF, já enviou uma resposta para todos os times envolvidos no boicote. Nela, o dirigente pede que eles repensem na decisão.

O Corinthians, dono de oito títulos da Copinha, e o Santos, atual vencedor, ainda não se pronunciaram oficialmente. A decisão da dupla paulista deve ser conhecida nos próximos dias. O rival Palmeiras, por outro lado, deu de ombros para a polêmica e já garantiu presença na competição do próximo ano.

Além de Palmeiras, Grêmio e Internacional avisaram que vão participar do torneio. O Grêmio, aliás, é o clube que tem dado suporte e apoio ao São Paulo neste caso. Fábio Koff, presidente do time gaúcho, ligou recentemente para Juvenal Juvêncio, presidente são-paulino, oferecendo ajuda na discussão.

Em rápido contato por telefone com o LANCE!Net, Marcos Tadeu Novais dos Santos, diretor de futebol de base do São Paulo, afirmou desconhecer o movimento de boicote. Logo, ele não teme que a equipe seja excluída da competição.

– O São Paulo foi convidado para participar da Copa São Paulo. Aceitamos o convite e vamos participarr. Agora, a gente teme o que a gente sabe. Nao posso temer algo que desconheço (boicote) – declarou.

O boiacote ao São Paulo em competições das divisões da base não é novidade. No primeiro semestre deste ano, o clube desistiu de participar da Taça BH (Sub-20) por causa da pressão dos adversários. Na ocasião, o clube da capital paulista alegou coincidência de datas com o Paulistão para jogadores dessa mesma faixa etária.

SÂO PAULO NA PAREDE

Em março deste ano, Coritiba, Cruzeiro, Atlético-MG, Atlético-PR, Flamengo, Fluminense, Botafogo, Vasco, Vitória, Ponte Preta, Internacional, Grêmio e Grêmio Prudente, apoiados pela Abex (Associação Brasileira dos Executivos de Futebol), realizaram uma reunião e se uniram contra o São Paulo. Na ocasião, os clubes afirmaram que a estratégia do Tricolor era seduzir jovens jogadores com salários maiores.

Fonte: Lancenet!

Comentários