A derrota por 2 a 0 para o São Paulo na estreia do Campeonato Brasileiro não foi o resultado sonhado pelo técnico Eduardo Barroca em seu primeiro jogo no comando do Botafogo. A forma como o time se apresentou, no entanto, foi bem avaliada. O modelo implantado pelo jovem treinador é a aposta do Alvinegro para superar as dificuldades financeiras e as limitações do elenco.

O Botafogo se apresentou fora de casa com mais de 60% de posse de bola. Tocou, tentou triangulações, ultrapassagens, mas muitas vezes esbarrou na falta de qualidade. Quando conseguiu chegar mais próximo ao gol adversário, pecou no último passe ou nas finalizações.

Mas enganado está quem pensa que o resultado promoveria alterações. Tudo o que deu certo no Morumbi – na visão de Barroca – será colocado em prática para a sequência do Campeonato Brasileiro.

“Acho que o grande exercício de preparação para os próximos jogos é conseguir transformar essa coragem e esse controle de jogo em mais oportunidades de gols. A gente precisa pegar a referência desse jogo, tudo aquilo que fizemos de bom, e acho que fizemos muita coisa boa”, exaltou o técnico.

“É difícil jogar fora de casa e ter o controle que tivemos. O São Paulo, em muitos momentos, nos pressionou. Tivemos coragem e personalidade para jogar”, completou.

A aposta do clube está no fato de que a ideia transmitida por Eduardo Barroca será cada vez mais abraçada pelos jogadores. Desta forma, para quem vive os bastidores, o Botafogo tem boas possibilidades de fazer um Brasileirão sem sustos.

“Faremos os ajustes em cima dos problemas e colocaremos em prática contra o Bahia [quinta, no Engenhão]. Tenho a certeza de que reverteremos. Os jogadores estão trabalhando, dedicados e inconformados com o resultado”, encerrou o técnico estreante.

Fonte: UOL