Depois do empate com o São Paulo, o Botafogo terá mais um jogo fora de casa. Domingo, o time vai enfrentar o Coritiba, no Couto Pereira, pelo Campeonato Brasileiro, na busca por uma vaga na Taça Libertadores. A vitória, além de deixar o objetivo em boas condições de ser alcançado, pode significar um recorde para o clube desde 2003, quando foi implantado o sistema de pontos corridos na competição.

Se vencer, o Botafogo vai somar 26 pontos conquistados como visitante no Brasileiro, superando a marca de 25 de 2010 e 24 no ano passado, quando já era comandado pelo técnico Oswaldo de Oliveira. Como mandante, o time conseguiu 35 pontos na competição até o momento.

No entanto, apesar de poder consolidar sua melhor campanha como visitante em Brasileiros, o Botafogo vive uma série negativa. São três derrotas e um empate nos últimos quatro jogos da competição fora de casa. O time não vence desde os 3 a 1 sobre o Náutico, em Recife, no dia 9 de outubro.

– Acho que o Botafogo fez grandes partidas fora de casa, mas, como a grande maioria das equipes, oscila na competição. Com o Cruzeiro não aconteceu e foi campeão. É ter atenção redobrada e não pode vacilar. É nossa última partida fora e precisamos nos concentrar. O jogo é tudo ou nada para o Coritiba e vamos jogar no desespero deles. Se mantivermos a concentração e controlarmos bem o jogo, sairemos com a vitória- afirmou Bolívar.

O que deixa o zagueiro confiante em uma vitória é o equilíbrio do time durante a temporada. Para Bolívar, o Botafogo conseguiu manter o seu nível de jogo a maior parte do ano e, por isso, ficou no G-4 29 rodadas seguidas do Brasileiro. Agora, busca a volta para esse grupo o que acontecerá com uma vitória sobre o Coritiba.

– Nosso momento é positivo. Iniciamos bem o ano com a conquista do Carioca. Não foi de forma invicta, mas perdemos só um jogo. O Botafogo montou a equipe, teve perdas e manteve o nível em um campeonato qualificado. Faltam duas rodadas e dependemos de nossas forças para fecharmos o ano com chave de ouro – comentou.

O Botafogo está na quinta colocação, com 58 pontos, um a menos do que o Goiás. Atlético-PR, vice-líder, e Grêmio, terceiro, somam 61 cada.

Fonte: Globoesporte.com