O Botafogo tem no domingo partida decisiva para voltar à Libertadores após 18 anos – a última participação ocorreu em 1996. Para que isso ocorra, o Alvinegro terá que arrancar um bom resultado diante do Coritiba, no Couto Pereira. E a campanha do time como visitante diante de equipes que lutam contra o rebaixamento é animador.

Levando-se em consideração os oito últimos times do Campeonato Brasileiro, o Botafogo tem um desempenho de cinco vitórias em sete jogos como visitante diante dos ‘desesperados’ – um empate e uma derrota completam o histórico. Assim, o Alvinegro conquistou 76,2% dos pontos em disputa nesses duelos.

E a matemática do Botafogo para voltar ao G-4 é simples: uma vitória diante do Coritiba recoloca o time na zona de classificação à Libertadores, já que Grêmio e Goiás, ambos na frente do Alvinegro, se enfrentam no Olímpico. Porém, o time de General Severiano poderá conseguir seu objetivo até mesmo com um empate. Para isso, os gaúchos precisam bater os goianos, em Porto Alegre.

“Fizemos grandes partidas fora de casa. No Brasileiro todos oscilam. Todas as outras equipes oscilaram e com a gente não foi diferente. Temos que ter uma atenção redobrada. O Coritiba vai jogar no tudo ou nada e precisamos explorar este desespero deles. Se conseguirmos controlar o início de jogo teremos grandes chances”, disse Bolívar, que retorna após desfalcar a equipe contra o São Paulo.

“O jogo será complicado pela situação que eles vivem, querendo sair da degola. Sabemos o quanto é difícil enfrentar um adversário nesta situação. O respeito pela equipe do Coritiba é muito grande. Temos de ter concentração e estar preparados, pois este é o nosso jogo. Vai nos garantir uma classificação. Sabemos que iremos enfrentar um time com muita vontade de vencer”, acrescentou.

Com o empate diante do São Paulo, o Botafogo chegou aos 58 pontos e se manteve na quinta colocação do Campeonato Brasileiro, atrás de Goiás (59), Grêmio e Atlético-PR (ambos com 61)  e o já campeão Cruzeiro (75). Na próxima rodada, o Alvinegro encara o Coritiba, no Couto Pereira, enquanto o Esmeraldino enfrenta o Tricolor gaúcho, no Olímpico.

Fonte: UOL