Sem vencer há quatro jogos e precisando se recuperar no Campeonato Brasileiro (está apenas quatro pontos acima da zona de rebaixamento), o Botafogo tem uma parada complicada pela frente. Sábado, às 21h, medirá forças contra o Atlético-PR, adversário que não sofre um gol do Alvinegro na Arena da Baixada desde 2011. O último a marcar contra o Rubro-Negro paranaense, em Curitiba, foi Alex Azeredo, em derrota por 2 a 1. O atacante, que passou pelo clube entre 2010 e 2013, hoje defende o Silkeborg, da Dinamarca.

O jejum não se resume aos gols: é também de vitórias. São dez anos sem bater os paranaenses fora de casa. De lá para cá, a Arena da Baixada já recebeu oito duelos, com dois empates e seis derrotas cariocas. O último triunfo foi pelo Brasileiro de 2008. Um 3 a 0, com gols de Túlio, Lúcio Flávio e Jorge Henrique.

— Será uma partida complicada, mas vamos lá com o objetivo de voltar a jogar bem e de somar pontos — analisou o atacante Kieza, que tem dez gols na temporada, esbanjando confiança: — Não tem pressão comigo. Sou o artilheiro da equipe no ano. Se eu tiver duas ou três chances, vou fazer uma.

O Botafogo está na 13ª posição, com 35 pontos. O Ceará (31) abre a zona de rebaixamento, mas hoje enfrenta o Cruzeiro (jogo adiado da 28ª rodada) e pode chegar aos 34. Em caso de derrota para o Atlético-PR, o Alvinegro corre o risco de entrar na “turma da degola” dependendo dos resultados das equipes que também lutam contra a queda para a Série B do Campeonato Brasileiro.

Fonte: Extra Online