O Botafogo está na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro com 17 pontos conquistados e, por isso, não pode ter mais tropeços jogando em casa. Mas a tarefa não será fácil, pois já no próximo compromisso como mandante o time recebe o líder Palmeiras no domingo, às 18h30 (de Brasília), na Arena Botafogo, no Rio de Janeiro (RJ), pela 17ª rodada.

Para conseguir colocar em prática o plano de conquistar os três pontos neste compromisso, os jogadores do Botafogo entendem que só existe um caminho: ter uma atuação sem erros, em todos os sentidos.

“Nós vamos precisar fazer um jogo perfeito em todos os aspectos, pois o Palmeiras tem um time muito eficiente e não lidera o Campeonato Brasileiro por obra do acaso. O trabalho lá está sendo bem feito e não podemos permitir que erros possam colocar todo o nosso planejamento para este jogo fora. O Botafogo tem condições de conquistar um bom resultado, mas vai precisar jogar tudo o que sabe para isso”, analisou o lateral direito Luis Ricardo.

O lateral esquerdo Diogo Barbosa segue a mesma linha de raciocínio.

“Temos condições de conquistar a vitória, mesmo o Palmeiras tendo um time pronto e estando na liderança do Campeonato Brasileiro por merecimento. Mas para isso o Botafogo vai precisar fazer um jogo sem erros, pois o Palmeiras sabe explorar muito bem as deficiências de seus oponentes. Jogando em casa vamos precisar contar com tudo o que possa nos auxiliar e que foi planejado nos treinamentos”, disse.

O zagueiro Emerson Santos elogiou os pontos fortes do rival.

“O Palmeiras tem uma grande equipe, melhorou seu desempenho como visitante e tem condições de brigar pelo título. Porém, o Botafogo está em uma situação que não pode perder mais pontos jogando no Rio de Janeiro e apenas a vitória nos interessa. Não vamos encontrar nenhum tipo de facilidade e teremos que fazer um jogo perfeito para atingirmos os nossos objetivos. Mas vontade não vai faltar”, afirmou.

O elenco do Botafogo treinou na manhã desta sexta-feira, mas o técnico Ricardo Gomes não deu pistas da escalação. Ele deve promover o retorno do zagueiro argentino Joel Carli, poupado na vitória de 1 a 0 sobre o Bragantino pela Copa do Brasil e que assume a vaga de Renan Fonseca.

O restante do time será o mesmo do meio-de-semana. Em transição após saírem do departamento médico, o zagueiro Emerson Silva, o meia Leandrinho e o atacante Sassá ainda não serão relacionados, enquanto que o atacante Rodrigo Pimpão já está à disposição.

Fonte: ESPN.com.br