A diretoria do Botafogo ainda não procurou o preparador de goleiros Victor Hugo Signorelli para renovar contrato, segundo a ‘Super Rádio Tupi’, e a situação de Jefferson pode ter haver com o assunto. Demitido após a Copa Libertadores, Flávio Tênius – próximo ao camisa 1 – pode voltar para assumir a função.

Tênis foi dispensado por Maurício Assumpção como uma espécie de punição a Jefferson por ter sido um dos líderes dos protestos contra os salários atrasados no começo do ano – na mesma época em que chegou a demitir o zagueiro Bolívar e voltar atrás. O ocorrido desagradou bastante o goleiro, que considerava o antigo preparador o responsável pelo grande momento que vive na carreira.

Agora, o novo presidente Carlos Eduardo Pereira pode recontratar Tênius como forma de agradar ao arqueiro e facilitar sua permanência para 2015. Signorelli é o único remanescente da comissão técnica de Vagner Mancini dispensada esta semana, e teria interesse em continuar em General Severiano para a próxima temporada.

Fonte: FutNet