Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 00:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Botafogo revê Criciúma após goleada histórica. Mas há pouco o que comemorar

0 comentários

Compartilhe

No dia 10 de maio, o Botafogo goleou o Criciúma por 6 a 0, no Maracanã. A histórica goleada foi um dos raros momentos de felicidade neste Campeonato Brasileiro. Nem mesmo reencontrar o rival neste sábado, às 21h, em Santa Catarina, pode criar um sorriso no Alvinegro, que tem pouquíssimos motivos para comemorar.

A maior preocupação é a situação do Botafogo na competição. Com apenas 22 pontos, a equipe está na zona de rebaixamento, com um a mais que o lanterna Vitória. E o cenário atual não prevê uma recuperação do Alvinegro, imerso em um caldeirão de problemas. Salários atrasados, desfalques importantes, previsão de gancho para Sheik…

Para a partida deste sábado, o técnico Vagner Mancini tem ao menos oito desfalques. Emerson Sheik, Ramirez e Júlio César foram expulsos contra o Bahia. Gabriel e Bolívar receberam o terceiro cartão amarelo e cumprem suspensão contra o Criciúma. Além deles, Daniel, Edílson e Carlos Alberto estão lesionados. O último, inclusive, foi vetado de última hora, após decisão da comissão técnica – o apoiador não joga desde 2 de agosto por conta de lesão no tornozelo.

E os vários desfalques fizeram o treinador do Botafogo fazer mistérios sobre a escalação. Existem dúvidas na lateral direita, zaga, meio e ataque. Jefferson, André Bahia, Airton, Bolatti têm vagas garantidas. As demais posições estão em aberto.

“O Mancini não antecipou, mas acho que devo ir para a zaga mesmo, que é a minha posição de origem. Mas tenho jogado na lateral e, se ele optar por mim nessa função, vou dar meu máximo. O primeiro jogo, contra o Atlético-MG, foi o que eu mais senti. Depois, contra o Inter e Bahia, já me senti muito bem. Qualquer técnico hoje em dia gosta de ter jogadores versáteis”, disse o zagueiro Dankler.

Criciúma tenta esquecer goleada e focar em ‘novos ares’

O Criciúma, por sua vez, tenta esquecer a goelada sofrida para o Botafogo no primeiro turno. Se a equipe de Santa Catarina estava mal na oportunidade, o mesmo ocorre agora. O Tigre tem a mesma pontuação do rival deste sábado e tenta usar a fase complicada do Alvinegro para levar a melhor nesse jogo de ‘seis pontos’.

“Muita coisa mudou, passaram rodadas, nosso time mudou em peças, taticamente e nem tem mais o mesmo treinador [saiu Wagner Lopes e entrou Gilmar Dal Pozzo]. Temos uma forma diferente de jogar e por isso é uma partida diferente. Até porque o Botafogo também sofreu mudanças. Ainda lembramos daquele resultado, que foi dolorido, mas é passado. Esperamos que o torcedor venha, encha o Heriberto”, disse o goleiro Bruno.

CRICIÚMA X BOTAFOGO

Data e horário: 20/09/2014, às 21h (horário de Brasília)
Local: Heriberto Hulse, em Santa Catarina
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Auxiliares: Joao Patricio de Araujo  e Bruno Raphael Pires (GO)

CRICIÚMA
Bruno; Luís Felipe, Fábio Ferreira, Gualberto e Giovanni; Rodrigo Souza, Serginho, João Vitor e Cleber Santana; Silvinho e Zé Carlos
Técnico: Gilmar Dal Pozzo

BOTAFOGO
Jefferson; John Lennon (Dankler), Dankler (Matheus Menezes), André Bahia e Jr. César; Airton, Bolatti, Zeballos e Rogério; Wallyson (Yuri Mamute) e Tanque Ferreyra
Técnico: Vagner Mancini

Comentários