Botafogo tem série: de nove jogos, sete serão no Maracanã

Compartilhe:

A distância de sete pontos para o líder Cruzeiro deve ser um motivo de preocupação para os planos ambiciosos do Botafogo no Brasileiro. Porém, a partir de hoje, um fator pode ser decisivo ao Botafogo: o Maracanã. Contra o Bahia, às 16h, o time inicia sequência de jogos no estádio onde ainda não perdeu desde a reabertura.

Nas próximas nove partidas, o alvinegro fará sete no estádio, incluindo clássicos cujos mandos são dos adversários — a CBF ainda não divulgou os locais de alguns jogos, mas o Botafogo já fez acordo com o Consórcio Maracanã para mandar as partidas. Agora, serão quatro seguidas: Bahia, Ponte Preta, Fluminense (mando do tricolor) e Grêmio. Depois, o time sai para enfrentar o Náutico, em Recife; volta contra o Flamengo; passa em Salvador onde jogará com o Vitória e faz mais dois jogos em casa: Vasco e Atlético-MG.

— Jogar em casa é sempre melhor, mas temos jogado bem fora também. Perdemos para o Cruzeiro, Bahia e Grêmio jogando muito bem. Mas aqui as coisas ficam mais fáceis, os deslocamentos constantes desgastam a equipe. Se permanecemos aqui, as coisas são facilitadas no aspecto de logística, independentemente do adversário — disse o técnico Oswaldo de Oliveira, ressaltando que os clássicos são disputados em campo neutro.

Serão 21 pontos disputados até 31ª rodada no estádio, que o torcedor alvinegro começou a abraçar novamente. Nos sete jogos que fez no Maracanã este ano, a média de público foi de quase 20 mil pagantes. Sem contar os clássicos cujos mandos foram dos adversários, a média cai para pouco mais de 15 mil.

Ainda assim é superior à média geral do time no campeonato, como mandante, de pouco mais de 11 mil torcedores (contando os clássicos vai a quase 15 mil). Além do Maracanã, o Botafogo mandou partidas em Volta Redonda, São Januário, na Arena Pernambuco e no Mané Garrincha, único com público do nível do Maracanã. Seja onde for, o Botafogo não perdeu para nenhum visitante. Todas as quatro derrotas foram nos domínios dos adversários.

A tendência é que a média aumente nesta sequência. Sobretudo com as promoções feitas pela diretoria nos últimos jogos. Para hoje, os ingressos custam R$ 40 em todo o Setor Sul

—Agora temos o fator de jogar em casa, isso é importante sim. Mas quem está lutando com rebaixamento joga com 14 jogadores. Não tem jogo fácil — disse recentemente o meia Seedorf, que acredita que a torcida começará a encher o estádio. — O número de torcedores aqui e em estádios dos outros times têm sido parecida. Agora quero ver o estádio lotado e acho que vai acontecer daqui a pouco. Os torcedores já estão aparecendo, sentimos energia muito boa jogando em casa.

Botafogo: Jéfferson, Edílson, Bolívar, Dória e Júlio César; Marcelo Mattos, Gabriel, Lodeiro, Seedorf e Rafael Marques; Elias

Bahia: Marcelo Lomba, Angulo, Lucas Fonseca, Titi e Jussandro; Fahel, Feijão, Diones e Wallyson; Fernandão e William Barbio

Juiz: Leandro Vuaden (RS)

Local: Maracanã

Horário: 16h

Transmissão: Premiere e Rádio Globo



Fonte: O Globo Online
Comentários