O Botafogo pode ficar próximo de dois objetivos neste final de semana, quando enfrenta o Coritiba, às 17h, no Couto Pereira. Uma vitória pode deixar a equipe carioca bem perto da vaga na Copa Libertadores e também resultará em um recorde. Será a maior pontuação do Alvinegro como visitante em uma edição do Campeonato Brasileiro no formato de pontos corridos. E o histórico recente contra o time paranaense permite que os torcedores cariocas tenham otimismo.

A melhor marca como visitante do Botafogo é de 2010, quando o time comandado por Joel Santana conquistou 25 pontos, mas terminou em 6º lugar, sem a vaga na Libertadores. Na atual edição, o time de General Severiano soma 23 pontos atuando fora de casa, além de outros 35 como mandante. Um triunfo no sul – última partida longe do Rio de Janeiro nesta temporada – colocará a equipe automaticamente de volta ao G-4.

“Acho que o Botafogo fez grandes partidas fora de casa, mas, como a grande maioria das equipes, oscila na competição. Com o Cruzeiro não aconteceu e foi campeão. Temos que ter atenção redobrada, sem vacilar. É nossa última partida fora e precisamos nos concentrar. É tudo ou nada para o Coritiba e vamos jogar no desespero deles”, disse o zagueiro Bolívar.

O recorde do Botafogo, porém, ainda está distante da melhor marca de um clube como visitante no Brasileirão. A marca pertence ao Fluminense, que conquistou 39 pontos na temporada passada, quando ficou com o título. O aproveitamento do time das Laranjeiras nas 19 partidas fora de casa foi de 68,%, decisivo na conquista do título.

Bom retrospecto
O retrospecto recente contra o Coritiba é positivo para o Botafogo. Nos últimos 14 duelos, o time de General Severiano venceu 11, empatou dois e perdeu um. No Couto Pereira, palco da partida deste domingo, foram quatro vitórias, um empate e uma derrota no mesmo período. O elenco, porém, minimiza o retrospecto e espera grandes dificuldades.

“Esse jogo vai dar uma definição muito grande para as nossas possibilidades. Sempre digo que o próximo jogo é o mais importante. Esse, por ser o penúltimo do campeonato, com a situação da tabela, tem ares decisivos. Temos objetivos a serem cumpridos, cada um com um nível de dificuldade e motivação”, disse o técnico Oswaldo de Oliveira.

Apesar da vantagem nos últimos anos, no panorama geral o equilíbrio marca o confronto entre Botafogo e Coritiba. Foram 15 vitórias do time carioca, 12 dos paranaenses e sete empates no Brasileirão.

Com 58 pontos, o Botafogo está na quinta colocação, mas pode terminar a rodada em terceiro dependendo dos resultados de Atlético-PR, Grêmio e Goiás, que ocupam as segunda, terceira e quarta posições, respectivamente.

Fonte: UOL