O Botafogo fez até promoção de ingressos para tentar mobilizar a torcida. Contra o Atlético-PR, nesta quarta-feira, às 21h, no Nilton Santos, o time de Alberto Valentim busca os três pontos – obviamente, como sempre. Porém, quer também reconquistar a torcida após dois empates em casa com times que brigam contra a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Rival da noite, o Furacão é mais um destes, e os jogadores esperam superar as dificuldades já vistas recentemente.

– Com certeza vai ser um jogo bastante difícil. Como falei antes da partida contra o Ceará, jogar contra equipes que estão na parte de baixo da tabela de classificação é difícil. Temos que procurar fazer as melhores jogadas, chegar com qualidade no gol para que possamos sair de campo com o resultado positivo. Esperamos contar com a presença do torcedor para que nos apoie e nos ajude a fazê-lo voltar a ser feliz – pediu Kieza.

Há uma semana, não houve gols no jogo contra o Ceará. Diante do Vitória, Kieza até anotou um, mas a igualdade no placar prevaleceu. Contra equipes que, fora de casa, imponham dificuldades para serem vazadas, o centroavante pede criatividade no setor ofensivo.

– Os times vêm fechados para jogar contra o Botafogo. Precisamos procurar os espaços, criar as oportunidades. Precisamos nos movimentar um pouco mais para, contra equipes fechadas, ser diferente – cobra.

É a última chance antes da parada para a Copa do Mundo de o time deixar uma boa impressão ao torcedor. Além disso, e não menos importante, subir na tabela de classificação.

Fonte: Terra