A empresa responsável de fazer o jogo entre Botafogo e Macaé, em Brasília, deu um prazo ao Macaé de depositar o dinheiro pela logística, de passagem hospedagem, entre outras coisas, até dia 30 de maio. Porém, o prazo passou e a empresa só foi dar a resposta dias depois. Com atraso, o presidente do Macaé recebeu contato dos responsáveis da empresa com mudanças no que tinham combinado.

Assim, o clube se sentiu prejudicado e  mandou novo ofício, que já foi encaminhado para a CBF. O Macaé tinha proposta para transferir o jogo para a cidade de Vitória, mas como já tinham feito acordo, precisaram recusar.

Nesta terça (16) vence o prazo do estatuto do torcedor. Como o documento para a mudança já foi enviado para a CBF, há a possibilidade do jogo ser realizado no Moacyrzão, como foi pedido pelo clube.

Fonte: Site da Rádio Tupi