A vitória do Botafogo sobre o Corinthians terminou com uma confusão ao final da partida no Estádio Nilton Santos. Após o apito final do jogo da 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, realizado nesta segunda-feira (23), jogadores corintianos se dirigiram ao árbitro Rodrigo Batista Raposo para reclamar de um pênalti não marcado em Jô no último minuto de partida.

Assim que a partida terminou, os dois zagueiros corintianos foram direto na direção do juiz, recebendo a companhia de seus colegas instantes depois. A chegada do botafoguense Bruno Silva esquentou os ânimos, pois o meio-campista se desentendeu com o lateral Fagner e ambos precisaram ser segurados por colegas para que uma briga não tivesse início. Tentando apartar a confusão, Felipe Bastos e Igor Rabello também se irritaram um com o outro, mas não chegaram as vias de fato.

Bruno Silva explicou ao “SporTV” o que ocorreu naquele momento. “Fui cumprimentar o juiz. Fagner falou: ‘roubado’. Respondi: ‘aceita perder’. Ele ficou nervosinho. Não adianta falar que juiz interferiu, a gente jogou bem”, declarou o botafoguense.

Fonte: UOL