Sem tempo para lamentações. A derrota para o Avaí foi inesperada e machucou, mas o Botafogo vira a chave agora para uma sequência que pode ser das mais importantes da temporada. Em uma semana, o time de Jair Ventura encara decisões pela Copa do Brasil e Libertadores, além do líder do Campeonato Brasileiro, fora de casa.

Nesta quinta, o duelo é contra o Atlético-MG, no Independência, pelo jogo de ida das quartas de final da competição nacional. Três dias depois, o Corinthians, líder do Brasileirão, em São Paulo. E na outra quinta-feira – completando uma semana entre as datas – o Glorioso fará o tão esperado primeiro jogo contra o Nacional-URU.

– Vamos jogo a jogo, temos que pensar no Atlético-MG. Perdemos o atleta de maior investimento (Montillo) e não sei as condições reais do Matheus (Fernandes), o departamento médico ainda não passou. Mas teremos a volta do Carli e do João Paulo, que vinham fazendo jogos fantásticos. Perdemos um atleta e ganhamos dois – projetou Jair, ainda na segunda-feira.

O desgastante calendário do futebol brasileiro, se prejudica a preparação física, pelo menos garante ao time a possibilidade rápida de recuperação em termos de eventuais resultados ruins. E o Botafogo buscará responder ao resultado contra o Avaí em Belo Horizonte. O goleiro Gatito Fernández confia no bom desempenho físico do grupo.

– O time está bem fisicamente. O primeiro jogo é mata-mata, temos que fazer bom jogo lá em Minas. Vejo o time muito bem fisicamente e são jogos que não acho que vão ser viagens longas. É um ponto positivo.

Gatito está certo, ao menos em parte. O Botafogo treina nesta manhã e embarca para Belo Horizonte (MG) de tarde. O retorno ao Rio é na sexta-feira de manhã. No dia seguinte, de tarde, a equipe viaja para São Paulo (SP) e retorna no mesmo dia. Para o Uruguai, haverá um pouco mais de tempo de descanso entre aeroportos.

– Acho que não define nada ainda, mas é uma semana importante para o clube e temos que encarar essa semana como tal. Sabemos que o Corinthians ainda não perdeu no Campeonato Brasileiro, mas temos bons jogadores e podemos fazer bons jogos – avisa Gatito.

Fonte: Terra